sábado, 20 de outubro de 2012

Resenha: SPIRIT Pop-Up Diffuser

flash que vem embutido nas câmeras semi-profissionais (Super Zoon) e profissionais (DSLR) geralmente não é muito bom. Principalmente porque envia uma luz "dura" que não raro deixa a foto com um sombra muito aparente e não "espalha' muito bem a luz no ambiente.

Uma solução "artesanal" muito utilizada para "rebater" esse flash "duro" é colocar um copinho descartável ou uma armação em papel vegetal em volta do flash. Funciona, mas claro, como improviso.

Por muitas vezes eu lancei mão dessa "técnica", mas por esses dias resolvi procurar um rebatedor legal que não me custasse os olhos da cara. Foi aí que eu encontrei o "SPIRIT Pop-Up Diffuser".

Comprei por 27 reais incluindo o frete (que foi grátis via carta registrada), fiz o pagamento no cartão de crédito, pelo Mercado Pago e em uma semana foi entregue em meu endereço. Corri para testá-lo. Confesso que eu esperava só um aparelho bonitinho que serviria como uma rebatedor de flash mais elegante do que um copinho descartável, mas me surpreendi. O SPIRIT Pop-Up Diffuser é muito bacana!

Descriçao na embalagem: Softens the light from the pop-up flash, never before has such flattering light been so available to photographers of every skill level.

Tradução livre: Suaviza a luz do flash pop-up, nunca antes tal luz teve estado tão lisonjeiro tão disponível para fotógrafos de todos os níveis de habilidade.

O kit vem com três difusores/rebatedores de flash em cores diferentes, sendo que um branco (neutro), um azul/anil (frio) e outro laranja/âmbar (quente). O primeiro é sem dúvida o básico, que será, portanto, mais utilizado, mas os outros dois são muito interessantes para conferir diferentes iluminações para as fotos as deixando com o olhar artístico que o fotógrafo preferir.







Os difusores coloridos são também uma ótima ferramenta para "corrigir" a má iluminação de um determinado ambiente. Por exemplo:

• Num ambiente de luzes muito alaranjadas, para reduzir o tom laranja das imagens, as deixando com uma iluminação corrigida e mais natural, deve-se usar o difusor azul.

• Ao contrário, num ambiente onde talvez predomine luzes em cores mais frias como azul, usando o difusor laranja você pode conseguir amenizar o excesso de azul das fotos. 

Segue umas imagens bem simples só para ilustrar como funcionam os difusores (a imagem é da parede de um ambiente interno, iluminado por uma luz branca fluorescente. A câmera está com ISO 200):

► DIFUSOR AZUL


► DIFUSOR LARANJA


► DIFUSOR BRACO


► SEM NENHUM DIFUSOR (SÓ O FLASH)


► SEM FLASH (SÓ ILUMINAÇÃO NATURAL) NUMA BOA ILUMINAÇÃO


Evidente que num ambiente muito ensolarado o efeito da luz do flash fica quase que imperceptível, mas num ambiente interno, noturno ou de luz baixa/média em geral, ele faz uma bela modificação na coloração da imagem, podendo conferir efeitos interessantíssimos às fotos sem necessidade de usar qualquer programa de computador para edição de imagem.

O material dessa estrutura preta que encaixa na sapata da câmera é um plástico duro meio flexível. Acho que é resistente, mas se fosse de metal me passaria mas segurança contra quebra. No e-Bay é possível encontrar essa belezinha até por 3 dólares, mas o meu, como eu falei, eu comprei no Marcado Livre e, mesmo pagando 27 reais, acho que valeu muito a pena. Em breve pretendo postar umas fotos que ainda farei usando esses difusores.

Até mais. Um abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...