segunda-feira, 25 de março de 2013

Resenha: Targus Tripé TGT-58TR

Faz um tempo que eu comecei a sentir necessidade de ter um tripé para fazer fotografias, sobretudo nas fotos feitas à noite, ou sob condições de luz precárias, situações que nas quais precisa-se de maior estabilidade da câmera. Procurei muita informação na internet, mas achei pouca. O que eu queria era acertar no custo/benefício, dado o fato de que eu não queria gastar uma fortuna, mas também não queria comprar uma porcaria. Minhas necessidades eram as de uma pessoa que fotografa por diversão, não-profissional. Embora eu não tenha achado nenhuma resenha a internet sobre o Targus Tripé TGT-58TR, foi nele que eu resolvi apostar. Por isso hoje vou postar uma resenha detalhada do produto.
Comprei no site das Lojas Americanas por R$ 144,00 (com frete grátis), o preço comum dele nas lojas varia entre R$ 120,00 e R$ 160,00.

• Duas bolhas de nível:
Ele tem duas bolhas de nível para ajudar a ajustar a câmera no lugar certo, para a foto não sair torta.

• Liberação rápida placa
 Um grande facilitador na hora do manuseio da câmera. Importantíssimo!

• Estende-se a 58''
Com esse mecanismo ele sobe sem necessidade de mover as pernas do tripé, fazendo a câmera chegar numa altura total de 58 polegadas [58″ = 147.32cm].

• Três maneiras de mover a cabeça
A cabeça dele se move [e tem travas] em três direções diferentes.

• Liberação rápida das fechaduras das pernas
As travas das pernas dele são muito fácies da acionar e há também um ganchinho que serve para pendurar algo que faça peso [tipo um saquinho com pedras], a fim de, quando necessário, se conferir maior estabilidade ao tripé. Mais uma coisa legal nele é que os pezinhos são móveis em emborrachados, o que ajuda a nivelar num chão acidentado e a não derrapar num chão liso [muito bom!].

Além de tudo ele é leve e vem com um estojo que serve para transportá-lo. De modo geral acho que o aparelho atendeu minhas expectativas, ele é bonito e eu gostei muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário