terça-feira, 28 de maio de 2013

O fenômeno "Indireta no facebook" como fator de alívio psicológico

Imagem: A Beautiful Death by Terry Fan.

Me divirto e dou risadas diariamente com as "indiretas" que são postadas rotineiramente no Facebook. Verdade que na maioria delas eu não entendo nada, já que não estou contrextualizada, mas algo me intriga com relação ao fenômeno "postar indiretas em redes sociais". Eu usei no título do post o Facebook para ilustrar, mas é claro que o Twitter, o finado Orkut e até o Instagram, bem como muitas outras redes sociais, são canal para todo tipo de indireta.

Na indireta as pessoas são honestas, são sinceras, pois como não se comprometem apontando alguém como alvo direto do post, pode esculhambar à vontade. Na indireta, se escreve tudo que realmente se tem vontade de dizer na cara.

Postar uma indireta ao invés de dar um soco na cara de alguém é um bom "cano de escape" para evitar violência maior, eis o lado bom da coisa. Porém um "efeito colateral" é que, não raro, a indireta que deveria atingir a pessoa 'X', atinge a pessoa 'Y', que não tinha nada a ver com a história, e esse tipo de "recado mal dado" pode gerar mal intendidos e inimizades desnecessariamente. Mesmo assim muita gente manda mesmo indireta em larga escala para se aliviar psicologicamente da vontade de matar alguém rsrsrs

Sendo um fator de alívio psicológico, esse negócio de mandar indireta, eu acho que até posso tolerar um pouco dessa babaquice, afinal "quem nunca?", só não dá para aturar quem abusa desse direito, quem exagera nesse tipo de coisa, nesse caso eu trato logo de excluir, deixar de seguir e me livrar. Então, encaremos as "indiretas em redes sociais" como um remédio e, como tal, deve ser usado com moderação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...