terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Consumo: A Compensação.

Imagem: Spring Cleaning by Savodraws.
Sempre que eu faço uma faxina no meu espaço acabo fazendo, por tabela, uma faxina espiritual/mental também. Por esses dias fiz uma super faxina nas minhas coisas e, mais uma vez, me desfiz de muita coisa que para mim já era inútil.

Durante muito tempo muita coisa entrava no meu quarto e quase nada saía. O resultado foi um lugar pequeno e super cheio de muitas coisas. Sim, isso pode ser muito ruim! O ciclo de comprar coisas, enfiá-las em casa e não retirar nada de dentro pode chegar a um ponto de perda de controle que pode ser um problema real na qualidade de vida da pessoa. Para me livrar disso adotei a técnica da compensação. É assim: se comprei um sapato novo, então vou me desfazer de um sapato velho. Com roupas e sapatos eu já mantenho o controle desse jeito faz um tempo, passei isso, inclusive, para o meu namorado e fiquei muito feliz de vê-lo, enfim, separando um monte de roupas encostadas há anos para doar ou jogar no lixo.

Assim, comprei uma nova almofada massageadora na Riachuelo e joguei a minha antiga que não prestava mais para nada no lixo. Como comprei uns livros novos, dei de presente também uns livros, CD's e DVD's eu já nem gostava mais. Comprei novos vinis velhos [] no sebo e me desfiz de uns três pinos de CD's/DVD's com backups que estavam aqui ocupando espaço [hoje em dia só faço backup na nuvem]. Também doei um porta revistas que tem uma estampa teen que eu realmente não queria mais eu não sou mais aquilo. Que fique claro que eu não estou falando aqui em sempre sair jogando suas coisas fora e comprando coisas novas, pelo contrário, há coisas que duram de um jeito que a gente só precisa comprar reposição depois de muito tempo. Eu estou falando, então, de não acumular peso morto em casa, de retirar dali aquilo que está à toa, matando espaço e energia, coisas que podem até servir muito bem para outras pessoas. Desapego faz bem à mente e ao coração!

Acho interessante se utilizar desses ritos de passagem [como solstícios ou ano novo, por exemplo] para fazer essas limpezas. Saldo: ganhei espaço para respirar, meu quarto estava me deixando com claustrofobia. Esta é minha dica. Coisas assim evitam que se desenvolva um comportamento de gente acumuladora e, claro, evita gasto desnecessário.

Agora posso respirar!

2 comentários:

  1. Sua dica é perfeita ! Tenho feito isso com alguns livros ....e optado em ler os livros online e não mais virtuais...fica mais facil não acumular !
    Beijos U&B
    Adriana e Cláudia
    www.unhasebocas.blogspot.com.br
    Instagram @blogunhasebocas
    https://www.facebook.com/pages/Unhasbocas/477832645611169?fref=ts

    ResponderExcluir
  2. gostei mt do texto, nessa época de final de ano ainda acho perfeito faxinar a casa e a mente!

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir