segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Atitudes de machismo que passam despercebidas pelo dia-dia.

Ontem fui para um evento underground no Alto José do Pinho (Recife-PE) com meu namorado e um amigo nosso, e um ato de um cara me chamou atenção.  Meu namorado e nosso amigo foram comprar cerveja e eu fiquei sentada numa mesa esperando os dois, daí chegou um cara e colocou a cerveja dele na mesa, me ignorando, eu olhei de lado e não disse nada (erro meu, deveria ter mandando ele tirar), quando meu namorado e nosso amigo chegaram e sentaram ao meu lado na mesa o cara disse: "desculpa caras, eu não sabia que a mesa estava ocupada". Sério, essa frase não saiu da minha cabeça: "...eu não sabia que a mesa estava ocupada". Eu, mulher, sentada naquela mesa sou invisível aos olhos daquele tipo de cara. Na hora senti um choque, até por ver ele nem olhar pra minha cara, só para a dos homens e virar as costas, não tinha ódio nem grosseira na voz ele, ele falava como se nada demais tivesse acontecido. 

Meu namorado fundou um blog há uns 7 anos [bodegadoleo.blogspot.com.br] que ficou parado um tempo por falta de tempo até eu voltar a movimentá-lo, há pouco tempo, num evento desses um cara chegou pra ele e disse que o blog está massa e parabéns e num sei quê, daí meu namorado disse, que bom e que fazia uns 2 anos que quem fazia os posts e as fotos era a namorada dele, ou seja, eu. Daí o indivíduo olha pra minha cara com um ar confuso e semblante decepcionado e só comentou "ahhh".

Nos ambientes ditos independentes/undergrounds onde tocam bandas ditas de punk/hardcore e vertentes, supostamente críticos do sistema, da política etc. o predomínio de homens é gritante. Eu por muito tempo achei que fosse somente uma infeliz coincidência, mas está difícil continuar a acreditar nisso. Eu não vou fazer aqui um discurso de revolta, um artigo sobre as implicações sociais e fundamentos psicológicos que explicariam e jamais justificariam estes comportamentos, sinceramente, não tenho saco para isso, mas não poderia deixar de relatar esses fatos para que toda vez que alguém pensar que feminismo é desnecessário, que feminista é mulher paranoica e vitimista, saber que não é bem assim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...