quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Fundamental...

"Fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho"... eu já concordei e discordei dessa frase para lá de muitas vezes. Discordei na medida em que ela possa carregar a ideia de amor erótico romântico, que sofre qualquer coisa pelo amor, que ama amar sob toda e qualquer circunstância, mesmo quando aquele "amor" lhe machuca e faz muito mal. Estar mal acompanhado desse jeito é o que nos coloca em concordância com outra frase clichê que nos diz "antes só do que mal acompanhado" e sua inversão é certamente desespero. Por isso que, durante bastante tempo, discordei assertivamente de que é impossível ser feliz sozinho. Mas estive revendo o sentido de "sozinho". 

Estar na companhia de amigos queridos, de filhos, sobrinhos, enfim, pessoas que se ama além do amor erótico não é algo que se possa classificar como "ser/estar sozinho". Uma pessoa sozinha, sozinha mesmo, que não tem ninguém para conversar, para dividir momentos, para sorrir e chorar, é com certeza alguém profundamente infeliz, ainda que viva num palácio,, ainda que possua todas as coisas que todos querem possuir. Afinal, a felicidade está sobretudo nos atos de compartilhamento. Felicidade plena não se sustenta no egoísmo, a embriaguez do egoísmo tende esvaziar-nos.

Por isso, não, não dá para ser feliz sozinho.

Flickr.com/photos/10983882@N07

Nenhum comentário:

Postar um comentário