quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Tudo flui...

Nessa fase de sua vida que se chama 20 e poucos anos você vai passar por muitas mudanças. Muda sua aparência, sua rotina e, muito comumente, suas opiniões, toda sua ótica de mundo muda, porque você está se transformando em adulto e, com isso, o ponto de vista de onde você olha e entende o mundo vai ser outro. Aquele ciclo de amigos que era vasto vai ficar cada vez menor, e menor ainda. É que muitos dos seus "melhores amigos", não vão acompanhar suas mudanças. Não é culpa deles, não é culpa de ninguém. É que aquele "você" que você era antes talvez se torne alguém completamente estanho ao "você" que você é hoje, e se para você mesmo este novo "você" é tão diferente do antigo, imagina só para as outras pessoas? ... Por isso muita gente não vai gostar dessa pessoa "nova" e vai se afastar. Às vezes, só às vezes, uma pessoa ou outra fica por perto, apesar de quem você se tornou, ou mesmo por causa de quem você se tornou. Às vezes isso é bom. Sim, isso é muito assustador... no começo. E tudo acontece de um jeito que você nem percebe, quando se dá conta, "eita!", aconteceu, e você se percebe cercado de pessoas novas que até gostam desse "você" que você é hoje, até que você se torne um novo "você" no futuro, porque a única constância é que tudo vai sempre mudar. Mas respire fundo e não se assuste, não é tão ruim assim, na verdade, isso tudo pode ser bem interessante e divertido, é só uma questão de saber "aproveitar a viagem". Aproveite!


PS.: Este é o texto da crônica em quadrinhos "Metamorfo" (R$10 + R$5 de frete), que publiquei pelo meu selo "Dente de Leão". 

2 comentários:

  1. Ah, Jacilene. Essa leitura foi tão prazerosa na primeira vez. Ler novamente agora me fez entender melhor essa sensação negativa de ver antigos amigos afastados. E agora, percebo que a sensação não é negativa. Talvez eu tenha parado de fingir ser super heroína, aí algumas poucas pessoas se afastam e isso não é
    de todo ruim.

    ResponderExcluir